Revendedora

Afinal, como trabalhar com vendas diretas?

maio 28, 2019
Tempo de leitura 3 min

A venda direta é a comercialização de serviços ou produtos feita diretamente para os clientes finais. Por isso, não é necessário ter um estabelecimento físico para realizar as transações. Contudo, como trabalhar com vendas diretas?

Esse é um dos melhores meios para começar o seu próprio negócio. A revenda de produtos é ideal para quem quer dar início a um empreendimento e ter uma renda própria, sem precisar estar à frente da fabricação dos artigos.

Pensando nisso, preparamos este artigo para você entender como trabalhar com vendas diretas e o que considerar antes de começar. Boa leitura!

Tenha um objetivo

Ter um objetivo é essencial para se manter focado nas vendas. Ele deve representar suas expectativas pessoais ou profissionais, como trocar de carro, dar entrada em uma casa ou fazer um curso de especialização. Definir esse propósito tem um forte poder de aumentar a dedicação.

Outro ponto interessante, é traçar algumas pequenas metas que ajudem a chegar até o objetivo final. Você pode definir, por exemplo, quanto precisa ganhar por dia e quantas horas de trabalho serão necessárias.

Escolha os produtos certos

Para ter sucesso nas vendas diretas, não adianta escolher qualquer produto. Primeiro, você deverá conhecer o seu público-alvo e escolher os itens que poderão ser convertidos em vendas.

Uma boa opção é trabalhar com moda fitness e casual esportiva — ramos que estão muito em alta no mercado. Para isso, escolha um fornecedor de qualidade, como a Libidus, e que tenha algum diferencial, como modelagens ou tecidos exclusivos. Outro ponto importante, é conhecer as peças e as vantagens que elas podem trazer, na prática.

Priorize a organização financeira

Manter as finanças do negócio organizadas é essencial para quem quer trabalhar com vendas diretas. Para isso, é interessante usar algum método de registro das informações, como agendas, planilhas, aplicativos, entre outros. Anote sempre tudo o que vende e recebe.

Outras dicas valiosas são:

  • separe gastos do negócio e pessoais;

  • invista parte do lucro no trabalho;

  • crie um sistema de cobranças eficiente.

Mantenha uma rede de clientes

Para montar uma rede de clientes, comece vendendo para familiares, amigos e colegas de trabalho. Sempre que possível, comente sobre a sua nova empreitada e ofereça os produtos que está vendendo.

Com o tempo, essas pessoas podem indicar o seu trabalho para outras. Além disso, divulgue os seus serviços pelas redes sociais. Quanto maior a sua rede de clientes, mais chance de sucesso profissional você terá.

Faça o planejamento da rotina

Por fim, é muito importante que você tenha um planejamento da rotina de modo geral. Analise quanto tempo você terá para se dedicar às atividades de venda e quanto precisará investir inicialmente.

Ter essa organização garante uma venda mais saudável e que trará crescimento profissional e independência financeira. Trabalhar de forma improvisada pode fazer com que você tenha uma experiência pouco produtiva.

Agora, que você entendeu como trabalhar com vendas diretas, precisa conhecer os benefícios desse setor. Além de ter mais liberdade e independência financeira, o profissional autônomo pode aproveitar a construção do relacionamento com os clientes para fazer do negócio a sua ocupação principal.

Se você se interessou em trabalhar com vendas diretas, não deixe de complementar a leitura e confira como vender no inverno e ganhar mais!

 

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário

Scroll Up